Meu Chapéu Virou Pandeiro

Minha foto
Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Brazil
Grupo de choro e samba formado em 2003. Sua formação é: Chico Sasek no violão, Aloisio Barbosa no cavaquinho, Thiago Spitz no Clarinete, Sax e flauta, Leonardo Benvenuti no pandeiro e Marcel Sousa no Bandolim. A missão do grupo Meu Chapéu Virou pandeiro é divulgar a mais genuína música brasileira:O CHORO (arriscando até um leve passeio ao baião) e proporcionar momentos agradáveis aliados a boa música. Impulsionados pela pesquisa apreciação e vivência junto ao estudo da técnica instrumental brasileira a qual envolve uma série de gêneros ambientes e brasileiros que influenciam a nossa música.

CONTATOS P/ SHOWS

e-mail: leoabelha22@gmail.com



Tel: (22)99943.7185



PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL DE INVERNO SESC RIO

PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL DE INVERNO SESC RIO
Choros e Sambas Antigos

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

sábado, 2 de junho de 2012

terça-feira, 4 de outubro de 2011

quinta-feira, 22 de abril de 2010

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Projeto Cinco e Meia começa nesta quinta com várias atrações

O grupo “Meu chapéu virou pandeiro” é uma das atrações da sexta-feira, às 17h30, nos degraus da Casa da Cultura.


A Associação dos Artistas Profissionais de Nova Friburgo (AANF), em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, promove durante este mês de maio, o Projeto Cinco e Meia que chega à sua nona versão com uma série de atrações. Mais de 150 artistas da cidade se apresentarão em vários espaços públicos, com o objetivo de levar arte e cultura à população e valorizar os talentos locais. O projeto será aberto nesta quinta-feira, 7, pelo artista plástico Felga de Moraes. A partir das 17h30 ele estará na rodoviária urbana, na Praça Getúlio Vargas, mostrando um pouco de sua arte à população, que poderá participar e interagir. Outro destaque da programação de abertura é o Trio Brazão, que se apresentará também na rodoviária, das 17h30 às 18h30. O grupo promete colocar todo mundo para dançar ao som de sucessos dos anos 60, da MPB e forró, além de serestas. Na sexta-feira, 8, as atrações serão os shows nos degraus da Casa da Cultura. Das 17h30 às 18h30 o grupo Meu chapéu virou pandeiro se apresenta, mostrando toda a beleza de um ritmo genuinamente brasileiro: o chorinho. O grupo Remexesamba faz show em seguida, das 18h30 às 19h30, e deve repetir o sucesso de suas apresentações anteriores.Vale destacar que o projeto prossegue até o fim de maio, em comemoração ao aniversário da cidade, que completará 191 anos de fundação no próximo dia 16. O evento movimentará a cidade com muita música, dança, artes plásticas, teatro e circo. As apresentações são gratuitas e ocuparão outros locais, como o Centro de Arte e a Praça Getúlio Vargas, às quintas, sextas, sábados e domingos. Ingressos só serão necessários para os espetáculos no Centro de Arte, mas serão distribuídos gratuitamente no local uma hora antes de cada sessão.

Publicado em 06/05/2009- A Voz da Serra

segunda-feira, 2 de março de 2009

Bailes populares animaram vários pontos da cidade



Na Praça Dermeval, grupos locais como o Meu Chapéu virou Pandeiro colocaram adultos e crianças para brincar e dançar ao som de muito samba.
Foliões de todas as idades se divertiram nos bailes populares promovidos pela Secretaria de Turismo em vários pontos da cidade, como Amparo, Lumiar e Riograndina. Na Praça Dermeval Barbosa Moreira a animação rolou solta nos quatro dias de carnaval com os bailes adultos, que atraíram um público diversificado. Destaque para os shows com bandas locais, que agradaram em cheio e colocaram todo mundo para dançar ao som de muito samba e, é claro, das antigas marchinhas de carnaval. A garotada também não foi esquecida e brincou a valer nos bailes infantis realizados no último domingo, segunda e terça-feira na Praça Dermeval. Os foliões mirins capricharam nas fantasias e pularam ao som de consagradas músicas carnavalescas. Muitos pais, mães e avós também caíram no samba e transformaram a praça em um grande salão de baile ao ar livre, repleto de muito confete e serpentina.Os bailes garantiram diversão e alegria gratuita aos friburguenses e turistas que passaram o carnaval na cidade. A programação mereceu vários elogios e promoveu uma grande confraternização entre os foliões adultos, mirins e idosos.
A Voz da Serra - Publicado em 26/02/2009